terça-feira, 21 de março de 2017

Servidores em fúria


             Um verdadeiro formigueiro. Impressão que a presença dos servidores municipais de Cubatão, nas galerias da Câmara e do lado de fora deixavam em quem chegava ao local, tamanha era a concentração de pessoas. O motivo da mobilização foi tentar barrar a votação do Projeto de Reforma Administrativa enviada pelo Executivo, que tira benefícios dos servidores. A reforma visa cortar gastos para que haja uma adequação das finanças da Prefeitura, já que devido à crise econômica houve uma queda acentuada na arrecadação, não só de Cubatão, mas no geral envolvendo estados e municípios de todo país. Apesar de toda a mobilização a reforma foi retirada da pauta do dia, e segundo informações do presidente da Câmara, Rodrigo Alemão, através de veículos de comunicação televisivos, os vereadores receberam o projeto na semana passada e ainda estão analisando.

              A presença dos servidores fez com que a sessão seguisse debaixo de vaias e gritos de palavras de ordem para pressionar os 15 vereadores a ficarem ao lado dos manifestantes, quando o projeto for votado. O vereador Ricardo Queixão mereceu uma atenção especial por parte dos servidores, inconformados com alguns comentários do edil em relação à eles, com direito até a cartaz.
Na pauta um projeto de lei da Prefeitura que pedia a prorrogação do auxílio aluguel às famílias necessitadas, que foi aprovado em segunda votação, pois apesar de ter sido uma sessão relâmpago, teve até extraordinária. Os servidores após o término da sessão seguiram em caminhada pela Avenida 9 de Abril até as proximidades do Parque Anilinas retornando pela outra mão de volta ao Paço. Aguardemos a cenas dos próximo capítulos, pois tanto Executivo quanto o Funcionalismo tem os seus motivos para desejarem ter êxito nessa empreitada, enquanto a ameaça de greve continua em aberto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Lançamento: