domingo, 30 de abril de 2017

7ª Conferência Municipal de Cultura de Cubatão


                             Conselheiros são eleitos mas falta de documentação frustra participantes

                A 7ª Conferência Municipal de Cultura foi realizada ontem no Centro Educacional Unificado – CEU que fica próximo ao Fórum, e teve um comparecimento bastante significativo. O evento ocorreu na quadra de esportes, com cada segmento separados por mesas, com destaque para os segmentos do Teatro, Cultura Popular e Artes Plásticas que eram os grupos mais numerosos. O grupo que apresentou o menor número de participantes foi o do Circo, apenas dois. A Conferência seguia na sua normalidade, com os grupos reunidos levantando propostas para o seu segmento, mas quando tiveram que escolher os representantes para o Conselho, ocorreu um fato inusitado, vários presentes não puderam votar e nem se candidatar as vagas (titular e suplente) por não estarem com os seus respectivos documentos, assim como o comprovante de residência.
              Os maiores prejudicados foram alguns membros do Teatro e da Dança, o popular Koquinho Guerreiro, um membro do Conselho da Juventude e Eli do Movimento Hip Hop foram dois exemplos. O primeiro pediu a palavra ao término do evento e bastante irritado declarau sentir-se 'alijado' do processo, mesmo possuindo trabalhos (culturais) realizados na cidade e todos o conhecerem . Eli também conhecido como Eli Break Cubatão, mais conformado por ter ficado como suplente, comentou que deixou de ser eleito como titular, devido a várias pessoas que votariam nele também não estarem com os documentos necessários. Quanto a apresentação da comprovação de residência, a organização do evento permitiu que fosse redigida uma declaração de próprio punho constando o endereço, para que posteriormente fosse apresentado o original na Secretaria de Cultura.

terça-feira, 4 de abril de 2017

O buraco é bem mais embaixo

                Os dados revelados pelo prefeito Ademário via video publicado no facebook (vide link abaixo) é de deixar qualquer cidadão de bobeira, tamanha a grandiosidade das cifras. A primeira pergunta que me vem a mente é onde foi usado tanto dinheiro? Com certeza em algumas campanhas políticas por aí a fora. Diante dos fatos eu acredito que apenas a reforma administrativa não será suficiente para sanar tamanho rombo. Atrair novas empresas para o Polo Industrial, mas sem renúncia fiscal. 
                Outro fator importante é conter as invasões que originam novas favelas e acabam onerando o serviço público, sem falar na necessidade do desfavelamento, já que grande parte da população cubatense se encontra morando nelas. Cubatão aniversaria no próximo 9 de Abril, mas pelo jeito não terá o que comemorar, pois o buraco é bem mais embaixo.

Video do prefeito:

https://www.facebook.com/ademariooliveirapsdb/videos/1150924341702844/

segunda-feira, 3 de abril de 2017

O primeiro 9 de Abril ninguém esquece

         O aniversário da cidade de Cubatão se aproxima e será o primeiro 9 de Abril da Administração Ademário. A expectativa da população é a de ver ser cumprida a promessa do governante de reabrir o Hospital Municipal, antigo modelo, já que no dia primeiro de Janeiro não foi possível. Diante da crise estabelecida por conta da reforma administrativa, que fere os direitos dos servidores, o cenário não é nada animador para o lado do tucano, mesmo com apenas três meses de governo. Além da reabertura do hospital, particularmente seria bom rever o desfile cívico-militar reunindo os estudantes e suas respectivas escolas, assim como as instituições da cidade como outrora ocorria. Desfile que há tempos não ocorre, devido a passagem pelo Paço Piaçaguera da pior Administração da história de Cubatão, que temendo protestos dos mais variados, simplesmente não realizava o evento. Será que o novo prefeito repetirá a petista? Acredito que a participação das escolas no desfile, se é que haverá um, já está comprometida devido a grande adesão a greve por parte dos professores. Sem falar de outros servidores responsáveis pela estrutura do evento.

                Alguns leitores depois dessas primeiras linhas estariam se perguntando: pra quê desfile se estamos diante de uma crise que afeta a nossa cidade? A reabertura do hospital e a regularização da situação dos servidores são bem mais importantes. É evidente que sim, porém o Desfile de 9 de Abril tem a sua importância histórica para os cubatenses, por ser a principal data comemorativa da cidade, e será a primeira nessa atual administração, e o primeiro 9 de abril ninguém esquece.

Postagem em destaque

Lançamento: