domingo, 30 de outubro de 2016

Estabilizar para crescer

          As expectativas das pessoas ligadas à Cubatão quanto ao futuro governo municipal são das mais diversas. Refiro-me a pessoas ligadas e não tão somente moradores pelo fato da cidade ter uma característica regional devido ao seu Polo Industrial. Possuindo um grande fluxo migratório e vários trabalhadores que residem nas cidades da região e até da capital. A principal expectativa é saber o tamanho do rombo deixado pela pior administração da história da cidade, expressão que ironicamente a atual prefeita usava constantemente nos seus tempos de vereança, ao se referir ao seu antecessor, mas sem sombra de dúvidas a sua administração faz jus ao rótulo sem o menor questionamento.
          Outra expectativa é quanto a recuperação da credibilidade do governo junto ao funcionalismo que foi humilhado e enganado pela atual administração, a ponto de ficarem sem uma Assistência Médica eficiente e até não ter a certeza de receber o salário na data prevista, principalmente os aposentados. A Saúde que é um dos principais pilares de qualquer administração virou o calcanhar de aquiles do governo Márcia Rosa, a ponto do Hospital Público da cidade ter o seu funcionamento comprometido por atraso no pagamento de funcionários entre outros fatores.
          Cubatão precisa urgentemente establilizar as suas finanças para poder voltar a crescer, pois uma cidade que tinha tudo para ser autosuficiente, passou os últimos tempos na dependência de verbas oriundas de emendas parlamentares. Dependência que veio acompanhada de compromissos políticos pagos à custa da insatisfação do funcionalismo e do descaso com a sociedade local. O cenário todos sabem ser bastante desanimador, com crescimento populacional e diminuição dos postos de trabalho, por conta da crise em todo país e que atinge diretamente o Polo Industrial.
           O novo governo terá a missão num primeiro momento de colocar a casa em ordem, o que pode levar um bom tempo, porém ou se começa do zero ou pode abrir espaço para novos oportunistas políticos.

Campanha:


sábado, 1 de outubro de 2016

Saúde:


O mês de Outubro ficou  Rosa para alertar à prevenção
Para que o câncer de mama não venha causar aflição

O exame de mamografia é peça fundamental
Procure um Posto de Saúde e faça a avaliação

O mês de Outubro ficou Rosa para à saúde proclamar
Se todas fizerem a sua parte, o câncer não irá prosperar


Cultura:


Postagem em destaque

Lançamento: