domingo, 27 de março de 2016

Poesia:

Doce veneno


Chocolate!? Por quê você me atenta!?

Sei que a minha vida não é benta,

mas por te querer, com a minha saúde você arrebenta.


Chocolate!? Fique longe de mim!?

Sei que te desejo. Você é tão gostoso quanto dar um beijo.


Chocolate. Fiquemos só na amizade.

Pois a minha paixão por você...agora virou saudade.



(Roberto Faccoro)

sexta-feira, 25 de março de 2016

Luto no Futebol Mundial


Hendrik Johannes "Johan" Cruyff (Amsterdã25 de abrilde 1947 – Barcelona24 de março de 2016) foi umtreinador e futebolista dos Países Baixos, apontado como o melhor futebolista neerlandês de todos os tempos.[7]
Considerado um jogador revolucionário, tático, ofensivo, coletivo, vistoso e eficiente, inspirou muitos jogadores e treinadores a partir de suas extraordinárias atuações noAjax e, principalmente, na Seleção dos Países Baixos, durante a Copa do Mundo de 1974. As suas atuações no mundial foram suas únicas referências para grande parte das pessoas que o conhecem;[8] antes da cobertura ao vivo dos campeonatos estrangeiros pela TV, apenas as Copas eram vistas mundialmente de maneira especial.[9] Cruyff encantou na Copa, mesmo com exibições consideradas abaixo das que tinha nos campeonatos europeus.[8]
Se, atualmente, há no futebol jogadores polivalentes que podem atuar sem posição fixa no campo, sem prejuízo de suas atuações individuais, muito se deve a este genial craque e não menos a seu treinador no AjaxBarcelona e na Seleção NeerlandesaRinus Michels. E ainda que transcorridos praticamente quarenta anos após a Copa do Mundo de 1974, os Países Baixos, Michels e Cruijff sintetizam a última revolução tática na história do futebol e serão para sempre lembrados como sinônimos do chamadofutebol total, o qual os jogadores de linha se sentiam-se à vontade ao desempenhar todas as posições.
Visto como um pensador do futebol, costumava enfatizar a rapidez de pensamento tanto quanto a rapidez do corpo: sua característica velocidade era descrita pelo próprio como uma questão de saber a hora certa de começar a correr.[8]Cruyff foi escolhido pelo IFFHS o maior jogador europeu doséculo XX, e o segundo maior do mundo, atrás somente dePelé.[10] Para o colunista Maurício Barros, da ESPN Brasil, Cruyff é o maior da história do futebol na soma jogador-treinador, mesmo sem ter ganho nenhuma Copa do Mundo[11] .

Seu sobrenome é originalmente grafado, na língua neerlandesa, como "Cruijff", sendo mais popularmente escrito como "Cruyff" no exterior.[2] [8]

Fonte:WIKIPÉDIA.



CULTURA:


Postagem em destaque

Lançamento: