segunda-feira, 3 de abril de 2017

O primeiro 9 de Abril ninguém esquece

         O aniversário da cidade de Cubatão se aproxima e será o primeiro 9 de Abril da Administração Ademário. A expectativa da população é a de ver ser cumprida a promessa do governante de reabrir o Hospital Municipal, antigo modelo, já que no dia primeiro de Janeiro não foi possível. Diante da crise estabelecida por conta da reforma administrativa, que fere os direitos dos servidores, o cenário não é nada animador para o lado do tucano, mesmo com apenas três meses de governo. Além da reabertura do hospital, particularmente seria bom rever o desfile cívico-militar reunindo os estudantes e suas respectivas escolas, assim como as instituições da cidade como outrora ocorria. Desfile que há tempos não ocorre, devido a passagem pelo Paço Piaçaguera da pior Administração da história de Cubatão, que temendo protestos dos mais variados, simplesmente não realizava o evento. Será que o novo prefeito repetirá a petista? Acredito que a participação das escolas no desfile, se é que haverá um, já está comprometida devido a grande adesão a greve por parte dos professores. Sem falar de outros servidores responsáveis pela estrutura do evento.

                Alguns leitores depois dessas primeiras linhas estariam se perguntando: pra quê desfile se estamos diante de uma crise que afeta a nossa cidade? A reabertura do hospital e a regularização da situação dos servidores são bem mais importantes. É evidente que sim, porém o Desfile de 9 de Abril tem a sua importância histórica para os cubatenses, por ser a principal data comemorativa da cidade, e será a primeira nessa atual administração, e o primeiro 9 de abril ninguém esquece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Lançamento: